fbpx

 

Desde os primórdios da antiguidade que a humanidade passa por intoxicação alimentar. Assim que o ser humano passou a ingerir alimentos, seu sistema digestivo se tornou suscetível.

Um dos principais fatores é provocado pela higiene ( mãos sujas, sujeiras, exposição a temperaturas diferentes, fezes, etc).

Qualquer alimento pode estar  contaminado, sendo exposto a sujeira e ao tempo de armazenamento.

Intoxicação alimentar e sol escaldante : Fraqueza na certa!

O QUE É?

Um problema de saúde provocado por ingestão de água ou alimento contaminado por bactérias, toxinas e fungos.

SINTOMAS:

Vomito e diarréias incontroláveis, dor intensas no abdomên, cólicas, mal estar, febre alta (39 a 40 graus), pressão sanguínea baixa, diarréia com sangue, urina escura, visão embaçada, desmaio, paralisia, convulsões, asma e etc.

CUIDADOS NA TRILHA

-> Em um trekking de mais dias, prefira levar alimentos desidratados e não perecíveis; ( evite principalmente  carnes frescas, maionese, ovos e derivados de leite, se não for consumir no mesmo dia).

Ótima dica para o período de caminhada, lanche rápido> Castanhas e nozes

-> Se for pegar água no caminho da trilha, pesquise antecipadamente onde será os pontos de água e se estão próximo à nascente. Se por acaso estiver longe, tenha em sua mochila um filtro ou pastilhas de clorin para purificá-la. Se você conseguir ferva a água, também é uma opção em caso de emergência.

Água de nascente em meio a trilha da pedra Branca, Alfredo Wagner, SC

->Lave bem as mãos antes de manusear os alimentos.

-> Leve sempre na sua mochila um tubinho de álcool gel, para garantira mais a higienização das mãos.

-> Lave os utensílios do kit panela (use sabão biodegradável, para não poluir o meio ambiente)

-> Verifique a validade  dos alimentos industrializados

-> Utilize para armazenar sua comida na mochila  sacos plásticos, dê preferência aos com fechadura tipo ‘‘zip lok” ou potes compactos e bem vedados como os da marca Tupperware

-> Leve lenços umedecidos, para fazer a sua higiene, caso não tenho como tomar banho, opte pelos shampoos e sabonetes biodegradáveis)

PREVINA-SE

Tenha bastante cuidados com os seus alimentos na trilha, poise se você passar mal no caminho, será bem complicado, já que a fraqueza costuma aparecer devido aos vomitos e diarréias, que são um dos primeiros sintomas. Caminhar nessas condições e não ter água para se higienizar é quase impossível. Assim que tiver os primeiros sintomas, não se demore para encontrar o caminho mais rápido para a civilização, pois intoxicação alimentar é sério e se você não tiver os devidos cuidados, de se higienizar, estar em repouso e hidratar-se é bem provável que você não consiga sair do meio da trilha sem chamar o ARCANJO.

RELATO DE QUEM JÁ TEVE ESSES PROBLEMAS

Relatei sobre esse perrengue no post Machu Picchu de Mochilão.  Eu Vanessa passei por essa situação. Felizmente não foi durante a trilha. Em minha viagem ao Peru, nos últimos dias  fomos a Águas Calientes, portal para quem vai a Machu Picchu. Depois do incrível passeio pela cidade perdida dos incas, a noite na cidadezinha túrisica, comprei um pastel assado de banana em uma padaria próximo ao hostel em que estávamos, bem localizado no centro. Vi que a mulher da tenda havia esquentado no microondas, mas não imaginava que ele já estava la naquela estufa à dias (Descobri isso pois a dona do hostel me contou e havia outro hospede passando mal naquela noite que tinha comido lá também) 🙁 .

Comi tranquila e fui dormir, no outro dia pela manhã, senti um desconforto abdominal intenso, já fui direto ao banheiro e assim foi o meu dia. Tivemos que abortar o nosso retorno que seriam 12 km de caminhada. Pensei até que ia morrer, da dor e da fraqueza que me encontrava.

Por isso tenha muito cuidado com essas cidadezinhas turisticas, no Peru a fiscalização da vigilância sanitária é bem precária.  Prefira comprar os mantimentos no mercado e cozinhar no próprio hostel, ou só coma em lugares com ambiente bem limpo e bonito, é melhor pagar um pouco mais para garantir a sua saúde, pois o barato das tendas de rua pode te custar caro depois. Se caso acontecer, procure logo um médico, fique de repouso, se hidrate e volte a comer aos poucos alimentos mais leves.

 

Geralmente não é na trilha que nos contaminamos, se você tem o mínimo de higiene. O mais fácil de se contaminar é em restaurantes ou tendas de rua em cidades turísticas. Tenha muito cuidado!

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: