fbpx

Nos dias 23 e 24 de março de 2019, no Soldados Sebold, 20 trilheiras vindas de Joaçaba, Florianópolis, Rio do Sul,Blumenau, Lontras, Ituporanga, Otacílio Costa e Alfredo Wagner marcaram presença no 1° Encontro Trekking por Elas.

A programação foi diferenciada organizada por mim (Vanessa). Desde o ano passado venho planejando parcerias, fazendo manutenção de trilhas, melhorando a instrutura do acampamento, enfim, me planejando para esses 2 dias.

O projeto Trekking por Elas para quem ainda não conhece surgiu em 2014, com 4 amigas que tinham um sonho em comum, planejar e fazer viagens juntas e se autoconhecer, propagando o empoderamento feminino. Quebrar certos paradigmas imposto pela geral sociedade de que mulher é ”sexo frágil”, ”não é nada sem homem”. Muitas pessoas indagavam “Mas vocês vão sozinhas?” e sim nós VAMOS!

Fizemos algumas reuniões e planejamos nossa primeira viagem, nos hospedamos no Albergue Rio Canoas e fizemos a trilha de 28 km até o Cânion do Espraiado em Urubici com o Guia local Matias. Aí foi o meu despertar, eu preciso fazer mais isso! E depois desse episódio me organizei para chegar ao objetivo de me tornar guia em minha região.

Em 2015 já eramos 10 integrantes no grupo. Fomos para Bom Jardim da Serra fazer a trilha de 14 km até o Cânion do Funil. Depois nos hospedamos no Hostel Terras do Sul em Urubici.

E essa foi a última viagem do grupo. Sempre tentamos organizar uma nova trip, mas por conta de minhas guiadas nos finais de semana e o projeto Casal na Montanha, não sobrava tempo para esse meu hobby.

Depois de 4 anos, resolvi fazer ressurgir o grupo, unindo o útil ao agradável. Conversei com uma das percursoras e ela curtiu a ideia. Criar um evento de turismo voltado para o público feminino , abrindo oportunidades para quem tivesse interesse com oTrekking por Elas. É o mesmo esquema dos eventos que já tenho experiência com o Casal na Montanha, porém diferenciado, feito exclusivamente e carinhosamente para elas.

E foi realmente lindo!

No meio dia de sábado, combinamos o encontro no Restaurante Salto das Águas com concentração e saída em comboio para o início da trilha às 13h.

Cada uma que chegava, já assinava o termo de responsabilidade e o almoço era opcional, buffet livre 30,00 por pessoa. Vale a pena experimentar a comida caseira da Dona Maria.

No horário combinado já estavam todas as participantes prontas, depois de passar os avisos paroquiais, partimos em comboio ao início da trilha. Pegamos à SC 350 em direção ao trevo que liga à serra e o litoral. São cerca de 2 km até passarmos a ponte do Rio Adaga e pegarmos à direita em direção ao portal da cidade. Seguimos reto até pegarmos à esquerda na Beira Rio e depois à direita, ao bairro Caeté, onde começa a estrada de chão. São cerca de 17 km até chegarmos ao início da trilha próximo da casa do Seu Claudir, que fica na localidade Santo Anjo.

No início da trilha!

Deixamos os carros no estacionamento e colocamos as mochilas com equipamentos de Camping e roupas no apoio do tobata.

Mais a frente, fizemos uma parada para alongar, minutos cruciais para evitar lesões. Passei alguns aviso de segurança e a Denise falou um pouco sobre navegação com carta topográfica e bússola.

A caminhada começa por estrada aberta e logo atravessamos o riacho. Subimos em meio aos eucaliptos e por um aclive mais acidentado a vegetação da mata atlântica se intensificava. Chegando aos descampados, os olhares surpresos das trilheiras, ao visualizar o imponente soldados e a vista mais ampla da Serra Geral. Parada para fotos e contemplação. Compartilhei algumas curiosidades sobre a Serra e continuamos mais 3 km até o ponto de acampamento.

Na trilha!
Trekking por Elas chegando aos descampados

Chegando lá o tobata já estava nos esperando para retirar as mochilas. As trilheiras se agilizaram para armar suas barracas e quem ficaria nos quartos do refúgio, acomodar seus pertences.

Nosso apoio! Com o imponente Arranha Céu de fundo (1780m)

Chamamos todas para dar inicio aos workshops dentro da refúgio, onde instalamos uma tv, para passar os slides. Primeiramente apresentei as percursoras do Trekking por Elas e falamos um pouco sobre a origem do nosso grupo.

As percursoras!

Aline Elétrica – Cicloturismo na Patagônia

Logo após Aline Elétrica deu continuidade com sua apresentação sobre sua experiência em uma aventura muito inspiradora de bicicleta na Patagônia. Desde a universidade começou a se apaixonar por esportes de aventura. Participa de corridas de aventura desde 2014. E sua paixão por viajar o mundo só cresce.

Relato de cicloviagem

Amante das montanhas, participou sua primeira corrida trailrun em 2008 e desde então vem aumentando as distâncias percorridas, tendo preferência hoje pelas ultramaratonas. Percorreu o Caminho de Santiago sozinha em 2018, caminhando 900km desde a França até Finesterre. Apaixonada por cicloturismo, fez sua primeira viagem de bicicleta em 2009, pelo litoral do Uruguai, e desde então vinha fazendo pequenas roteiros pelo sul do Brasil, até encarar neste ano uma aventura pela Carretera Austral, na Patagônia, onde percorreu 1300km. E praticamente todas essas viagens ela faz sozinha, uma querida e guerreira que mesmo trabalhando 8 horas por dia como engenheira elétrica, consegue se organizar para o esporte e nas férias sempre se dedica a viajar. Muito bacana conhecer Aline, tão focada a fazer acontecer os seus sonhos.

Carol Tomedi – Cuidados na trilha

Carol é uma das percursoras do trekking por elas, estudante de enfermagem, fez um intercâmbio de 6 meses na Irlanda e conheceu lugares incríveis, ondem estudou e praticou o inglês e no final de sua viagem fez um tour pela Europa. Adora fazer trilhas em contato com a natureza e sempre participou de todas as viagens do nosso projeto.

Trilha segura!

Na sua apresentação ela nos instruiu de todos os riscos que podem acontecer numa trilha, prevenções e como reagir nessas situações. É muito importante que as trilheiras, principalmente iniciantes, tenham consciência de simples atos que podem salvar vidas.

Foi um bate papo em que todas puderam dar sua opinião ou questionar. Esse foi um dos momentos mais cruciais em que tivemos uma noite muito produtiva de conhecimento e trocas de experiência.

Para finalizar, eu sorteei alguns brindes como 3 bandanas e 1 protetor de orelha patrocinado pela Go Live – Roupas femininas Outdoor do Paraná, um lindo biquini da Soldress de Rio do Sul e 1 granola de cereais e mel da ”Coisas la de Casa” de Bom Retiro. Cada uma também ganhou um adesivo do Trekking por Elas e um vale desconto na loja Soldress.

Ganhadora do brinde protetor de orelha da Go Live: Giuliana Marateu de Joaçaba!
Ganhadora do brinde 1 bandana GO live: Bianca Amaral de Ituporanga!
Ganhadora de 1 bandana GO live: Janiani Dias de Florianópolis.
Ganhadora de 1 bandana Go Live: Jéssica Franco de Alfredo Wagner.
Ganhadora de 1 pacote de Granola ”Coisas lá de Casa” Taimara Tonollu de Rio do Sul.
Ganhadora do lindo biquini Sol Dress: Daiane Martins de Otacílio Costa!

O jantar ficou por conta de nossa chefe de cozinha Daiane Martins e ajudante Cíntia que nos proporcionaram um delicioso risoto de frango e salada. Hmmmm.

Risoto de frango, bacon, calabresa e legumes.
Saladas!

Depois em volta da fogueira cada uma falou um pouco sobre si, de onde era e qual motivo a levou a participar desse evento. Conversamos, rimos, cantamos, tocamos um pouco de violão. A noite em conexão feminina foi incrível.

Roda feminina

No domingo de manhã, acordei as 6:30 para chamar todas a levantar e as 7h praticar Yoga em jejum. Foi bem relaxante, momento de intensa conexão com a natureza. A Janiane Dias de Florianópolis é instrutora de yoga e conduziu com muita leveza essa sessão.

Relax

Tivemos o café da manhã da montanha especial, com 3 tipos de pães caseiros, geleia de banana, mel, manteiga, presunto, queijo, bolachas de trigo, café, leite e frutas.

Café da montanha! E nossa chefe de cozinha Dai! 🙂

Depois de carregar as energias, fizemos a caminhada contemplativa, chegando bem próximo da pirâmide dos Soldados para observar a serra de outros ângulos. Tiramos várias fotos encantadas com a paisagem e fizemos um momento de silêncio para agradecer cada momento intenso que passamos juntas. Retornamos pela trilha, com sentimento de orgulho de nós mesmas, com o coração em paz e energias renovadas. Foram 2 dias de pura conexão com a natureza onde se encontraram mulheres inspiradoras e que batalham diariamente, mas que se organizaram e se permitiram viver essa aventura.

PARABÉNS A TODAS NÓS!

VIVA O TREKKING POR ELAS!

(Obs: Já estou planejando a próxima!)

Vanessa Laura Franz.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: