fbpx

Nesse final de semana do dia 21 e 22 de abril abrimos a temporada de montanha com chave de ouro!!

Aventureiros de vários lugares do nosso estado, vieram apreciar e caminhar num pedacinho do paraíso escondido em Alfredo Wagner, a Pedra Branca.

Foram dois dias que com certeza ficarão marcados em nossas vidas. Construímos novas amizades, regadas de boas conversas,risadas, música,boa comida, parceria, desafio,superação,evolução, paisagens de tirar o fôlego….e uma aventura das boas!

NO SÁBADO

Nos encontramos no Parque Aquático Salto das Águas onde os participantes do evento tiveram a oportunidade de conhecer o interior do Parque Aquático!

conforme o itinerário, fizemos uma breve apresentação do roteiro e seguimos em comboio por 22km ( cerca de 1 hora) até a primeira base do Casal na Montanha no Camping Vô Chico!

Na chegada, todos já sairam para escolher um lugar para seu acampamento, enquanto a equipe do Casal na Montanha: Vanessa, Renan e nossos novos parceiros e casal condutores Eduardo e Virgínia chamamos todos para dar as boas vindas, entregar os brindes e apresentar as novidades e o espaço em que iriamos passar aquela noite.

Acampamento base CNM, à 1000 mt de altitude!

Uma sensação muito boa é a de escolher um lugar para montar acampamento na Pedra Branca, são tantos lugares bons para montar a barraca que ficamos um bom tempo escolhendo. Dá vontade de acampar um mês ali!

Brinde para o Casal na Montanha: Mairon e Sara de Rio do Sul, SC.

Os 7 primeiros inscritos para este trekking ganharam na faixa 1 camiseta dryfit, especial para trilhas do Casal na Montanha!

Brinde Casal na Montanha Paulo e Fabiana de Blumenau, SC.

Ao total foram 36 participantes neste trekking na Pedra Branca, os aventureiros contaram com a estrutura do acampamento base Casal na Montanha, na Pedra Branca.

No final da tarde após montar as barracas, acendemos a fogueira e a churrasqueira para começar a se preparar para janta e luau de montanha.

Brinde Casal na Montanha Daiana e Marcelo de Palhoça, SC.

Uma novidade aconteceu neste primeiro trekking, tivemos o BAR DA MONTANHA! 

Lanche para levar para a trilha, que tal?

Com venda de bebidas: vinhos, cerveja e refri.

Lanches: empanadas e alfajores argentinos, sanduíches naturais e veganos.

AÇAÍ com frutas e leite ninho para recarregar as energias após a trilha.

Empanadas

Além das Camisetas dry fit: CASAL NA MONTANHA!

E também os trilheiros poderiam ao final da trilha comprar uma foto ( feita do dia ) revelada em tamanho grande, para levar de lembrança!

Teve jantar de montanha incluso, com linguicinha, pão, maionese e saladas.

Confraternização e jantar de montanha!

O luau foi regado de boas energias, conhecendo pessoas diferentes com um objetivo em comum: estar em contato com a natureza.

Luau na montanha!


Teve até uma surpresa inesperada, durante o luau apareceu  uma turma fantasiada para animar a noite, a banda Reumatismo!

A noite foi nublada, escondendo a lua e as estrelas, logo uma fina garoa apareceu e algumas pessoas já foram dormir, mas o som do violão rolou até mais tarde com muita alegria.

 

NO DOMINGO

Acordamos cedinho e já esquentamos a água para o café. Logo após fiz a chamada apitando para todos acordar, desmontar sua barraca e se preparar para trilha. Já tinha vários que estavam de pé, já empolgados para começar.

Eu e o Renan recitamos um belo poema que nosso professor de turismo Renato Muller havia escrito quando subiu à Pedra Branca. Logo após, mais algumas curiosidades do local e avisos de segurança…

e…. PÉ NA TRILHA!

Descendo para o vale!

Já no inicio da caminhada nos deparamos com uma bela cachoeira, que chamamos de Cachoeira do Poço Fundo, tem este nome pois os moradores locais contam que, o poço abaixo de sua queda  tem cerca de 8m de profundidade, cavada na rocha.

No início o primeiro atrativo natural, a Cachoeira do Poço Fundo!

Partimos rumo ao cume de 1666 mt de altitude. Uma empreitada de 8 km com 900m de aclive até lá.

No começo a trilha é por pasto até descermos ao vale do Rio Águas frias e seguir em direção a serra. A vegetação densa da mata atlântica, com presença de araucárias e travessias de riachos. 

Antes da subida, já passei a todos os avisos e segurança. Adentrando a mata logo encontramos a nascente de água cristalina. Ou seja, um ponto em que a água infiltrada  no subsolo ou em  pedras permeáveis,  se reúne e emerge na forma mais pura… 

Mais a frente, o segundo ponto de água passando uma porteira de arame que começa realmente as 76 curvas feitas em zigzags em meio mata nativa, com destaque para os xaxins e baracatingas.

Depois de aproximadamente 2 horas e meia chegamos ao facão, o primeiro platô da Pedra Branca. Para leste já conseguíamos avistar o imponente Pico Arranha Céu, Soldados Sebold e região do Caeté.

Casal no facão da pedra branca: Maria Clara e Iago de Brusque,SC.

A subida é cansativa e exige das pernas, porém quando chegamos no topo sentimos que valeu a pena, e nos sentimos privilegiados, pois é um local em que poucos frequentam e está longe da civilização.

ah… e as paisagens, esta são de tirar o folego!

Denise, Nariana, Daiana, Marcelo e Kleber de Florianópolis,SC.

E nada melhor do que estar numa aventura desta com a sua companheira(o) ou amigos!

Durante a caminhada nos campos! Casal da Montanha

Depois dessa subidinha intensa, paramos para relaxar uns 20 minutos e logo já continuamos pelos campos naturais, com vegetação baixa, alguns momentos pisando sobre as turfeiras e sentindo os ventos da altitude.

Um leve aclive de aproximadamente 100m até chegamos no cume! Vista espetacular para todos os lados, vários pontos de interesse são vistos lá de cima.

Viva a todos os trilheiros do grupo que chegaram ao objetivo!

Gratidão imensa em poder proporcionar esse momento a vocês! Momento de contemplação, fotos e parada mais longa para o lanche do meio dia!

Chegada no cume!

E a trilha não acaba por aí não, estamos só na metade! logo após descemos em direção as bordas da Pedra Branca! local conhecido como Perau Branco.

Estivemos em cima do imenso paredão.  Mais fotos e vista para as serras e o ponto de acampamento lá em baixo! Chegamos próximo a borda deitados para visualizar o quão somos pequenos diante deste imponente paredão.

Imensidão!

Vista alucinante para os campos dos padres

Imagem aérea, bordas PB.

De lá vemos todo o caminho feito por pasto de araucária e adentro da mata a subida até o facão. Realmente incrível pensar que podemos chegar tão longe com nossas próprias pernas!

Antes de descer um alongamento do yoga, lá no alto da montanha mesmo, para relaxar, estar consigo mesmo, entrar em equilíbrio com seu corpo, mente e alma.

Sentir o momento presente, na saudação ao sol.

Saudação ao Sol no perau branco!

Lembre-se que a sua vida pode ser muito bem aproveitada quando fazes o bem para o próximo e para si mesmo.  Beneficiando  o seu corpo, a sua mente e a sua alma, nutrindo de experiências de montanha.

Casal na montanha Portinho e Ana Paula de São José, que trouxeram um parceiro de montanha para a nossa Luna, esse é o pastor belga malinois Alex!

Retornamos para a base, cansados porém felizes de vivenciar dois dias lincríveis, com aventureiros de auto astral em um dos lugares mais belos e preservados do sul do estado.  O Casal na Montanha, agradece a parceria de todos e fica feliz de inspirar e motivar caminhada nas montanhas.

 

Confira o vídeo oficial deste trekking!

Esperamos encontrá-los em outras trilhas! até a próxima aventura!

Att

Renan Schuller

Vanessa Laura Franz

Guias Cadastur

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: