fbpx
Escrito por Vanessa e Renan.

Segundo evento “Hiking Pedra Branca” que o Casal na Montanha realizou na Pedra Branca em 2016, aconteceu nos dias 22 e 23 de outubro.

_mg_9406
O evento contou com 42 participantes vindos de  locais distintos como Bom Retiro, Ituporanga, Rio do Sul, Ibirama, Lages, Jaraguá do Sul e São José.

Nossa equipe de apoio contou com 4 guias credenciados, ( Vanessa, Renan, Daniel e Guilherme) 2 condutores de apoio ( Gabriel e Luan ). Também estiveram conosco os proprietários da pousada Vô Chico: Francisco Saturnino e sua esposa. Os participantes contaram com 3 veiculos 4×4 como apoio na logística do evento.

Ponto de Encontro

O pessoal foi chegando aos poucos e no horário combinado, estavam todos em frente ao Parque Aquático e Restaurante Salto das Águas.

img-20161022-wa0024
Recepção

Assim que toda a lista de presença foi preenchida iniciamos uma breve apresentação do roteiro, destino e informações do evento. Dividimos a saída em comboio de 2 grupos por questões de segurança.

As 16hrs em ponto, partimos rumo a Pedra Branca, no caminho já percebemos que o tempo seria de nuvens baixas que estavam pairando sobre a montanha aproximadamente entre 1300mt de altitude, tampando o visual do cume. Cerca de 1 hora depois estávamos chegando à  Pousada do Vô Chico, onde nos encontramos com o proprietário Sr. Francisco, perto do Rio Águas Frias estacionamos os carros, carregamos nas camionetes as bagagens dos participantes e levamos ao acampamento. A galera estava disposta e decidiu subir o morro caminhando, um aquecimento para domingo, afinal o visual dessa subida já é espetacular!

14716195_1365415973471322_4231476195411532534_n
A Caminho do Camping

Acampamento na Montanha

Após percorrer os 24km entre o ponto de encontro e  nossa base, chegamos ao destino e montamos nosso acampamento a mais de 1.000 metros de altitude, de frente para o imponente paredão,  um lugar cinematográfico.

img_20161022_182209912
Acampamento Base

O grupo aproveitou o final do dia para admirar a Pedra Branca e conhecer os arredores, quando o sol se pôs começamos o jantar. Churrasco de montanha: pão, maionese, farofa, e saladas variadas.

61986e54-0a85-4afb-8436-d2d560b7f94b

Durante o churrasco  foram sorteadas ingressos e camisas dry fit do Parque Aquático Salto das Águas e uma camiseta do Trekking por Elas entre as mulheres.

14875337_1213454905395476_2001897198_n

A noite permaneceu nublada , a energia positiva predominou, o clima era de alegria e troca de experiencias. Reunir 42 pessoas desconhecidas e com o gostos em comum pela vida outdoor é de mais!
O Violão, a fogueira, as histórias e risadas não faltaram nesse luau.

A solo de violão deste luau ficou por conta do nosso amigo Heber Xavier Ferreira, da banda Os Texera Tenebroso.
Mandou muito bem, dispensa comentários apenas assista o vídeo!

14877815_1213461982061435_859632880_n

Bom Dia! Dia de Hiking!

dsc00614
Café da manha no acampamento base.

De manhã acordamos as 5:30hrs para preparar o café da manhã. O banquete foi reforçado, pois a caminhada iria exigir muito dos participantes. Café, suco, bolos, sanduíches e frutas, foram servidos na mesa.

_mg_9251

Antes de começar a trilha, fizemos uma breve introdução a Pedra Branca, ao trajeto, à segurança na caminhada, à RPPN (Reserva Particular do Patrimônio Natural), às nascentes e à conservação do meio ambiente.

14729230_1365406093472310_5759361432762352248_n
Rumo ao alto da serra

8:00hrs iniciamos o hiking rumo ao alto da serra. Passamos por algumas pastagens e a diversidade da flora se intensificava.  Sentíamos o ar gelado da montanha e o coração batendo mais forte.  O grupo ficou admirado com a riqueza de plantas e animais, que fazem desta região um ecótono, um lugar de transição onde ecossistemas se encontram.gopr0194

Atravessamos dois riachos de águas gélidas e cristalinas, adentrávamos em uma área de natureza preservada, a RPPN Pedra Branca.

c35146cc-e41e-49cf-a869-d829b09699dd

Passar por rios sempre exige atenção e cuidado com pedras escorregadias e animais peçonhentos.

14713803_1365416006804652_5760925152301854860_n
Um dos riachos que corre para o rio Águas Frias.

No meio da trilha nos deparamos em meio à floresta, os sons de aves, riachos, diversidade de plantas, uma grande atrativo para os amantes da natureza.

14720499_1365412126805040_5251909917888299227_n

O clima frio da manhã fizeram com que o grupo fizesse a parte íngreme da trilha, tranquilamente, em apenas 2 horas.

Ninguém ficou para trás e todos venceram este grande obstáculo. Subimos em passos lentos, fazendo pequenas paradas para recuperar o folego.

g0040256

A primavera intensifica a atividade da fauna e flora, por isso temos que ficar atentos.  Durante a subida nos deparamos com uma jararaca na trilha. Ela permaneceu imóvel, talvez pelo frio que fazia. o guia Renan afastou ela da trilha e continuamos o caminho.

g0050260
”A Jararaca-da-mata (Bothrops jararaca) é uma serpente de até 1,6 m, encontrada no Brasil (da Bahia ao Rio Grande do Sul) e em regiões adjacentes no Paraguai e Argentina. Possui corpo marrom com manchas triangulares escuras, faixa horizontal preta atrás do olho, e região ao redor da boca com escamas de cor ocre uniforme.”

A medida que subíamos, adentrávamos as nuvens  que estavam próximas ao topo da Pedra Branca.

g0060273

Essa subida é conhecida por ”trilha das 60 curvas”, devido ela  ser estreita com vários zig zags até chegarmos ao primeiro platô.  A Pedra Branca esteve o tempo todo misteriosa,  escondida por detrás do nevoeiro. No caminho apreciamos a natureza, com sua biodiversidade incrível, os xaxins chamavam a atenção pelo tamanho.

14729209_1158335217578768_503505093968181547_n
Nascente em meio aos xaxins.

Uma das paradas para encher as garrafas no riacho com água pura das montanhas!

c1ac12a4-6c9a-49d4-a780-205ced626292

Próximo aos campos naturais, chegando ao primeiro platô à 1460 mt, observamos as belas orquídeas vermelhas entre as arvores. Uma beleza singular que se destaca entre os tons verde da mata.

14572348_1158324927579797_8928882142212600635_n
Sophronitis coccinea é encontrada em toda Serra Catarinense nos locais com altitude acima de 1300 m

Continuamos pelo facão (passarela de pedra com 300 metros de largura e precipício dos dois lados), um trecho plano e logo mais uma  subida.  Outra parada para esticar as pernas e depois de mais um pequeno trecho chegamos ao cume da Pedra Branca.

Subidas intensas que fizeram valer a pena, caminhamos bem próximo ao imponente paredão.  Em seu entorno a imensa névoa manteve o clima bucólico e nos deixou curiosos e na expectativa por alguma abertura.

gopr0290
Descanso pós lanche

Quando chegamos ao ponto mais alto, todos deixaram seu registro no LIVRO DO CUME,  um caderno de Ata que permanece na montanha em local protegido.

14716148_1119214401498657_7701086170635924359_n-2
Livro do Cume

Depois de umas 2 horas voltamos por outra trilha mais técnica, com buracos pedras e atoledos. Mais um desafio para os aventureiros. Continuamos pelas bordas da serra, em destaque as turfeiras típicas dos campos naturais, atravessamos  riachos e logo chegamos ao facão e a nebulosidade nos acompanhou por todo o trajeto. Esperamos mais alguns minutos e tivemos poucas aberturas no tempo.

14566362_1151661034914420_7017775177857068727_o
Casal na Montanha e Aventuras de Neto e Bruna

Os amigos da montanha retornaram pela trilha com cuidado redobrado, pois já estavam todos muito cansados chegando ao fim da caminhada.  Nesse momento a Pedra Branca se revelou por de trás de toda a neblina,  todos ficaram extasiados com a paisagem e super empolgados para voltar em uma outra oportunidade.

a8817564-f1e2-4837-a3da-daac6d4594cc

Um evento emocionante em meio ao verde da mata atlântica que marcou a todos nós, só quem sobe a montanha pode descrever esse sentimento.  Agradecemos a todos, por essa união,  alegria e auto-desafio, vivendo novas experiências, momentos ímpares e incríveis que só a montanha proporciona. E nos vemos em uma próxima, nas trilhas da natureza.

Confira o video feito pelo casal Aventuras de Neto e Bruna


Mais Fotos

ATENÇÃO:

Para fazerem este tipo de aventura, façam única e exclusivamente com GUIAS que tenham autorização de entrada na área a ser visitada e com experiência no lugar. – Não se arrisque tentando fazer esta caminhada sem conhecer a região.

TRAJETO PERCORRIDO 


Fotos:

Janara dos Santos

Dario Lins

Alexandre Ferreira

Agradecimentos:
Francisco Saturnino
Elenita Saturnino
Gabriel Onofre
Luan Beerli
Daniel Zappelini
Guilherme Grah

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: